Portal Terceira Idade - home Prefeitura da Cidade de São Paulo Telecentros - Prefeitura de São Paulo
Notícias do Cidadão Notícias do Cidadão Espaço Livre Espaço Livre Shows e Eventos Shows e Eventos Cursos e Atividades Cursos e Atividades Parcerias Parcerias Direitos 3a.Idade Direitos 3a.Idade

Diálogo Aberto

Enquete "Você acha
que...?"
Enquete
Cadastre-se Cadastre-se
no Portal
3a.Idade!
Busca Procurando
algo no site?
Busca
Pesquisa Links para
Pesquisa
Mural de Trocas Anuncie
seu produto!
Mural
de Trocas
Fale Conosco Dúvidas?
Sugestões?
Críticas?

Fale
Conosco
Dicas de Internet "Download"?
"Browser"?
Dicas
de Internet

Colméias da 3a.Idade
Colméias da 3a.Idade
Escolha o seu assunto e participe de nossas salas de chat temáticas

Notícias do Cidadão
Notícias do Cidadão
Anteriores: 15/08/2006
Porque os relacionamentos não são mais duradouros?
Por: Tony Bernstein
Coordenadora Geral do Portal Terceira Idade, Pedagoga e Jornalista
Fale com o colunista
foto notíciasoje em dia, segundo pesquisas, há pouca disponibilidade para os casais fazerem o relacionamento dar certo. Por que os relacionamentos não são mais duradouros? Medo de se relacionar? Falta de vontade e paciência para perceber e compreender o outro?

Terezinha Fuess, 74, e Bruno são casados há 50 anos e tem três filhas e seis netos e atribuem a convivência desses anos à maior compreensão mutua desfrutada pelo casal atualmente. Terezinha disse ter aprendido com o marido a falar sobre os aborrecimentos provocados por ele, o que antes engolia a seco ficando calada.

Antes de as filhas nascerem, quando ocorria algum desentendimento, Bruno fazia questão de a opinião dele prevalecer. As filhas nasceram e ele ficou mais compreensível em relação ao universo feminino.

Já Vera Campana, 45, casada há 25 anos, disse que a mulher precisa ter mais paciência do que o homem para manter o casamento. Por ter uma personalidade impetuosa, queria mandar em tudo e, com os anos de casamento, aprendeu a trabalhar sua personalidade, ouvir mais e confiar no marido.

Convivência, seja ela em que idade for, requer compreensão, diálogo, paciência e confiança. Desenvolva um senso crítico consigo mesmo(a), busque de que maneira contribuiu ou não para as brigas e desentendimentos, experimente o prazer de estar com o outro, assuma as próprias limitações, tente amar sem possessividade e, se você sentir que existe um amor verdadeiro, não tenha vergonha, comece de novo!
Saiba mais:
Site recomendado: Vai dar certo
http://www.vaidarcerto.com.br

Outras Notícias

Portal Terceira Idade® é uma realização da
Associação Cultural Cidadão Brasil
em parceria com os Telecentros e a Prefeitura do Município de São Paulo
©Todos os direitos reservados - 2005/2006
Desenvolvimento, Webdesign e Sistemas: Kuantika Multimídia